NOSSO AMADO “DURÃO” HOLLYWOODIANO

Se estivesse vivo, Steve MacQuenn teria completado 85 primaveras em 2015. Difícil imaginar esse legítimo “durão” de Hollywood, apaixonado por motocicletas guiadas em alta velocidade, como um provecto senhor, provavelmente ainda mais misantropo do que já era. Um mês após os 35 anos da morte desse ícone da sétima arte, o cineclube 24 Quadros lhe…